Destaques

terça-feira, 19 de julho de 2016

Cariré:Antonio Martins prestigia 5ª Edição da Cavalgada do Alto dos Honório


O Prefeito de Cariré, Antonio Martins, esteve neste sábado, 16 de julho, participando da 5 ª Cavalgada do Distrito de Alto dos Honório.

Antonio Martins, como um admirador do referido esporte, é um dos principais apoiadores do evento, que integra as festividades religiosas da localidade.

Antonio Martins, é o tipo de politico que gosta de está no meio do povo, e participou do inicio ao fim da cavalgada acompanhando com seu cavalo todo o trajeto. Antonio tem raízes naquela região, nasceu no interior do Cariré, numa localidade bem próxima de Alto dos Honório, cresceu numa família de agricultores, e desde cedo aprendeu a trabalhar, venceu na vida, mas nunca se esqueceu de sua origens, por nascer na roça, justifica o gosto pelas cavalgadas.

Em todo o trajeto, o que não faltava era pessoas para cumprimenta-lo, fazer selfies e parabeniza-lo pela revolução que proporcionou ao município de Cariré, sendo hoje considerado o melhor prefeito que o município já teve em sua história.

Antonio Martins, está concluindo seu 2 º Mandato, e não será candidato nestas eleições. Mas não descartavôos mais altos em 2018.


Blog do Tidi

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Internet na campanha eleitoral 2016 Reforma Política

Internet na campanha eleitoral 2016

Reforma Política                              
                                                                                                                                                                                                                                          
Com a Reforma Política, estamos diante de uma nova forma de se fazer campanha. As alterações no Código Eleitoral, naLei das Eleicoes (Lei 9.504/97) e na Lei dos Partidos Políticos(Lei 9.096/95) implicam em certa limitação na propaganda eleitoral de rua (as placas diminuíram de tamanho para 0,5 metro quadrado e só são admitidas em papel ou adesivo, cavaletes e bonecos estão proibidos, veículos não poderão mais ser envelopados); nos gastos de campanha (o teto dos gastos limitado a 70% da eleição anterior); na montagem de chapas, (partidos e coligações podem lançar chapas com 150% do número de vagas; em municípios com até 100 mil eleitores, só as coligações podem lançar 200% das cadeiras) e na contagem de votos (além de o partido ter que alcançar o quociente eleitoral, o candidato só ocupa a cadeira se tiver votos de no mínimo 10% do quociente eleitoral); encurtamento do prazo de campanha eleitoral (para 45 dias).

Com isso, o candidato de 2016 tem que pensar numa nova forma de fazer política. Campanhas cheias de santinhos, placas, carros de som, carros envelopados, comícios, TV e rádio, são coisas do passado.
O que temos pela frente é uma campanha que deverá cativar a atenção do eleitor por meios muito mais ágeis e baratos: postura séria e uso da internet.
Sim, dirigentes e candidatos, é preciso mudar o foco. A propaganda eleitoral começa só em 16 de agosto/2016, e somente a partir de então pode-se pedir votos, utilizar números de campanha, fazer materiais gráficos (santinhos, adesivos, etc). Mas desde já a internet é um campo vasto para iniciar o processo de cativar a atenção do eleitor.
Desde que não haja pedido de voto, nem menção à número de candidatura, é possível utilizar Youtube, Facebook, Whatssap, Linkedin, Twitter, enfim, redes sociais, para criar oportunidades de alcançar pessoas e mostrar posicionamento político-econômico-social.
Assim, é permitido, em redes sociais, e de forma gratuita, manifestar o pensamento político, opinar sobre questões relevantes da política de seu Município, Estado ou País, afirmar que pretende ser candidato (não confundir manifestação de pretensa candidatura com afirmação de que é candidato, e nunca pedir voto). É permitido criar um blog e através dele escrever artigos, miniartigos, opiniões, e postar os links no Facebook. É permitido criar um canal no Youtube, gravar selfies (mini-vídeos) manifestando-se sobre questões relevantes de política, economia, saúde, educação, mostrando as bandeiras que defende em prol da população, projetos, ideias, críticas respeitosas e construtivas, carregando-os no Youtube e depois postando links no Facebook.
Faça de seu Facebook um local de convergência de suas ações; participe de reuniões comunitárias e partidárias e mantenha sua página atualizada; opine, manifeste por meio de textos e mini-vídeos suas opiniões; mostre as bandeiras nas quais trabalha ou que quer vir a trabalhar (saúde, educação, emprego, segurança, etc) e elabore uma postura em torno disso. Começando desde já, pode-se alcançar um grande número de pessoas gratuitamente e de forma rápida, tornando-se um pré-candidato conhecido e respeitado pelos seus seguidores.
Vale frisar: pré-campanha não autoriza que se faça um banner com a afirmação “SOU PRÉ-CANDIDATO” e publique nas redes sociais ou em seu Blog. Pré-candidatura é manifestação de ideias, projetos, opiniões mediante textos, entrevistas e até vídeo-selfies, mas de forma cuidadosa. Exemplificando: faça um texto ou grave um vídeo-selfie opinando sobre questões relevantes, ou apresentando ideias, e no final utilize “pretendo ser candidato”.
Valem algumas dicas:
· Não diga que é candidato. Diga que é pré-candidato;
· Não crie banners de pré-candidatura para postagem na internet;
· Não peça votos;
· Em suas manifestações na internet, não faça menção a futuro número de campanha, nem número do partido;
· Não faça, nem distribua, materiais gráficos de qualquer natureza;
· Se for fazer vídeo-selfies, prepare o texto antes, poucas linhas; não improvise se estiver inseguro, treine antes e grave um vídeo que passe sua mensagem de forma clara e rápida; grave vídeos curtos, mas que mostrem seu posicionamento e as bandeiras que defende. Sugestão de temas: corrupção, problemas sociais, formas de enfrentá-los, ideias para solução de problemas específicos de sua cidade. No final pode dizer “pretendo ser candidato”.
· Poste em seu Facebook e em seus grupos de WhatsApp fotos de reuniões comunitárias e partidárias das quais participa, com um texto curto identificando de que se trata, mostrando sua atuação ativa junto à sociedade e junto à vida partidária. No final do texto, pode dizer “pretendo ser candidato”.
· Escreva mini-artigos, pequenos textos que demonstrem seu posicionamento, eventuais ideias para problemas pontuais que vão de encontro ao interesse das pessoas; repetindo, no final do texto, pode dizer “pretendo ser candidato”.
· Se criar um Blog, e postar artigos, comentários, publique o link no seu Facebook;
· No Facebook, adote uma conduta única; de nada adianta postar trabalho comunitário, participação em reuniões, posicionamento político, e depois postar um vídeo ou banner de mau gosto; mantenha uma conduta linear, tenha uma postura séria, cuide bem de sua imagem.
· Cuidado com o excesso de postagens num só dia, as pessoas podem se cansar; utilize poucas fotos e textos curtos; não bombardeie as pessoas com excesso de informações;
· Não repasse correntes; não crie polêmicas desnecessárias com posicionamentos radicais sobre temas que ferem a liberdade individual das pessoas, como religião, orientação sexual, etc;
· Analise a viabilidade de transformar seu perfil de Facebook em página, pois os mecanismos de controle estatístico podem ser uma boa ferramenta para medir o resultado de seu marketing pessoal;
· Quer saber de que assunto pode falar? Que bandeiras defender? Informe-se. Interesse-se. Leia jornais diariamente. Os jornais estão na palma de sua mão, na tela do seu celular, gratuitamente, basta baixar aplicativos e os terá 24 horas à sua disposição. Leia, saiba o que está acontecendo, entenda as situações políticas, acompanhe os índices econômicos e sociais do país e de seu município, e com isso, rapidamente estará apto a falar e escrever sobre estes temas de forma coerente.
· Sempre consulte as fontes. Não fale de coisas que não tenha certeza. Não repasse informações exageradas, tendenciosas e que podem estar publicadas em sites não confiáveis. Não apresente índices sem consulta às fontes confiáveis.
Acima de tudo, orgulhe-se de estar na política. É através da política que uma cidade se organiza, cresce, oferece infraestrutura à população como postes de luz, distribuição de água, coleta de lixo, escolas, etc. Tudo isso é posto em pratica através da ação dos agentes políticos. Então, faça parte da política com orgulho e mude a realidade através de um cargo eletivo. Há muito mais bem do que mal acontecendo, o que ocorre é que somos bombardeados negativamente com muita intensidade, pois mídia negativa vende muito. Não se deixa influenciar pelos escândalos, adote atitude íntegra, séria e esteja realmente disposto a se candidatar para fazer diferente, para criar uma sociedade mais justa e equilibrada, e acima de tudo, mostre para as pessoas que essa é a sua forma de viver, e será sua forma de trabalhar.
Em suma, aproveite das permissões legais para mostrar a pessoa de bem que você é, mostrar dignidade, preocupação com o bem comum, disposição para por em prática ações que realmente tornem sua cidade um lugar melhor para se viver.                                                                                                                                                                    Fernanda Caprio
Advogada Eleitoral
Advogada Eleitoral. Pós-graduada Direito Eleitoral e Processo Eleitoral pela Claretiano (2012). MBA Gestão Estratégica de Marketing pela FGV (2006). MBA Gestão Empresarial pela FGV (2004). Pós-graduada Direto das Obrigações pela FAPERP/UNESP (1998). Graduada em Direito pela FIRP (atual UNIRP) São Jo...

Eleicões 2016: O que pode e o que não deve fazer o pré-candidato

Como é do conhecimento de todos as regras eleitorais, sobretudo no que se refere às campanhas se tornaram bastante restritivas. Os estudiosos e legisladores entendem, não sei se com acerto ou não, que está nas campanhas políticas a origem de todos os males nacionais.
Firmes neste sentimento editaram normas limitando o gasto nas campanhas, restringiram o financiamento aos recursos próprios dos candidatos, desde que possuam origens; recursos do fundo partidário; e doação de pessoas físicas – limitadas a dez por cento da renda auferida no exercício anterior e conferida com a declaração prestada à Secretaria da Receita Federal. Os eleitores poderão contar a fazer gastos diretos e não reembolsável com seus candidatos desde que esse gasto não ultrapasse a R$ 1.064 (hum mil e sessenta e quatro reais), a partir deste valor as doações terão que ser feitas através de depósito identificado à conta do candidato.
Outra medida festejada é a redução da campanha de 90 para 45 dias.
Pois bem, como sabemos os postulantes às eleições vindouras já estão se articulando, buscando apoios, conhecimento aos eleitores e mais diversas outras atividades para ficar “bem na fita”.
E, é sobre isso que iremos tratar.
Como sabemos o jogo político ficaria muito desigual se os pretensos candidatos só pudesse fazer os atos políticos à partir de 16 de agosto conforme reza o calendário eleitoral. Pensando nisso o legislador instituiu a figura da “pré-campanha”, onde o eleitor poderá conhecer os possíveis candidatos.
As condutas permitidas estão explicitadas na legislação, a Resolução TSE 23.457, de 15 de dezembro de 2015, estabelece quais:
Art. 2º Não configuram propaganda eleitoral antecipada, desde que não envolvam pedido explícito de voto, a menção à pretensa candidatura, a exaltação das qualidades pessoais dos pré-candidatos e os seguintes atos, que poderão ter cobertura dos meios de comunicação social, inclusive via Internet:
I – a participação de filiados a partidos políticos ou de pré-candidatos em entrevistas, programas, encontros ou debates no rádio, na televisão e na Internet, inclusive com a exposição de plataformas e projetos políticos, observado pelas emissoras de rádio e de televisão o dever de conferir tratamento isonômico;
II – a realização de encontros, seminários ou congressos, em ambiente fechado e a expensas dos partidos políticos, para tratar da organização dos processos eleitorais, da discussão de políticas públicas, dos planos de governo ou das alianças partidárias visando às eleições, podendo tais atividades ser divulgadas pelos instrumentos de comunicação intrapartidária;
III – a realização de prévias partidárias e a respectiva distribuição de material informativo, a divulgação dos nomes dos filiados que participarão da disputa e a realização de debates entre os pré-candidatos;
IV – a divulgação de atos de parlamentares e de debates legislativos, desde que não se faça pedido de votos;
V – a divulgação de posicionamento pessoal sobre questões políticas, inclusive nas redes sociais;
VI – a realização, a expensas de partido político, de reuniões de iniciativa da sociedade civil, de veículo ou meio de comunicação ou do próprio partido, em qualquer localidade, para divulgar ideias, objetivos e propostas partidárias.
Observem, que as despesas decorrentes destes atos – para as atividades que envolva custos – devem correr às expensas dos partidos políticos.
Sou da opinião que atos de promoção que deixem de observar estes limites, não só sujeitam os pré-candidatos à multa por propaganda antecipada – além da retirada da
mesma – que vai de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a 25.000,00 (vinte e cinco mil reais), como pode ensejar a representação por abuso do poder econômico, etc.
A Justiça Eleitoral e diversas entidades da sociedade civil prometem vigilância cerrada aos atos que não estejam previstos na legislação. O que vai ao encontro as recomendações que temos feito aos postulantes a mandato eletivo.
Agora mesmo, com a proximidade do período momesco, muitos me indagam se podem financiar blocos carnavalescos ou colocarem seus nomes em abadás.
A recomendação que faço quanto a isso é que NÃO FAÇAM nem uma coisa e muito menos a outra. Primeiro que financiar blocos e gravar nomes em abadás não estão previstos na relação de atos que podem ser praticados. Segundo, que isso nunca deu um voto a ninguém. Isso sem contar que, certamente, esse tipo de práticas poderão trazer aborrecimentos bem maiores e além das multas previstas.
A mesma recomendo serve para outras coisas como financiar retiros espirituais, financiar shows, piqueniques, torneios. FUJAM DISSO.
O mesmo cuidado devem ter os gestores públicos, desde 1º de janeiro muitas condutas, até então tidas como normais, podem ser enquadradas como condutas vedadas nos termos da Lei 9.504/97.
Nos textos seguintes abordaremos outros temas relacionados as eleições 2016.
Abdon Marinho é advogado.

Homem é preso após manter relações sexuais com jovem de 13 anos, no distrito de Várzea do Giló

O caso envolveu 4 jovens, sendo duas garotas e dois rapazes.

Vítima uma menina de 14 anos
Foto: Repórter Francisco José
 As duas garotas são irmãs, sendo uma de 13 anos e a outra de 14 anos, moradoras do distrito de Várzea do Giló, Região Serrana do Município de Ipu.

Os dois rapazes são naturais do Município de Boa Viagem e estavam trabalhando na empresa que realiza obras na Avenida Osório Rufino que liga dois bairros altos da cidade de Ipu, Boa Vista e Alto dos 14.

Segundo as investigações da Polícia Civil, as garotas e os rapazes estava no distrito de Várzea do Giló e o crime aconteceu em um matagal nas proximidades de uma escola. O rapaz de 17 anos ficou conversando com a garota de 14 anos. Já o outro de 22 anos e outra garota de 13 anos se afastaram e tiveram relações sexuais.

Após uma denúncia, a Polícia Civil efetuou a prisão do acusado, pois a garota tinha apenas 13 anos e confirmou ter mantido relações com o acusado que se encontra preso no presídio de Ipu.

Netcina

quarta-feira, 29 de junho de 2016

NA ZONA RURAL DE SÃO BENEDITO, HOMEM É PRESO APÓS SER FLAGRADO COM ARMAS, MUNIÇÕES E MOTO ROUBADA






Na tarde do domingo (26), durante Policiamento sob o Comando do Capitão Haurysson, realizado na localidade denominada Sitio Faveira na zona rural de São Benedito, foi preso, ANTONIO DE SOUSA SILVA, conhecido pelo apelido de “PEIXE”, 27 anos, residente Sítio Faveira, São Benedito-Ce. Durante uma busca realizada no estabelecimento comercial do mesmo foi encontrado os seguintes objetos:
·        01 ESPINGARDA Cal. 36, de marca e numeração ilegíveis;
·        01 REVÓLVER Cal. 38, de marca TAURUS, com numeração ilegível;
·        01 REVÓLVER Cal. 38, de marca TAURUS, nº 1419790;
·        06 MUNIÇÕES INTACTAS Cal. 38;
·        01 MUNIÇÃO INTACTA Cal. 32;
·        72 MUNIÇÕES DEFLAGRADAS Cal. 38;
·        10 MUNIÇÕES DEFLAGRADAS Cal. 36;
·        01 MOTOCICLETA HONDA TITAN KS, ano 2009/2009, de cor vermelha, com inscrição de Ubajara-Ce (COM REGISTRO DE ROUBO);
·        01 PLACA LUX-3679, que se encontrava na motocicleta supracitada;
·        Diversas Garrafas de Bebida Alcoólica falsificadas.


Todo material foi apreendido, bem como o comerciante preso, e conduzido para a Delegacia de Policia Civil de Tianguá, onde foiautuado no Art. 16 do Estatuto do Desarmamento, Art. 272 (falsificação) Art. 311 (Adulteração) e Art. 180 (Receptação).Participaram da Operação Policial os PMs 1º Sgt Ivaldo, 1º Sgt Bezerra, Sd Claudemir, Sd Breno e Sd Torres, todos sob o Comando do Capitão Haurysson.
26Jun2016

EM UBAJARA, DUPLA É PRESA PELA POLICIA MILITAR SUSPEITOS DE FURTAREM UMA MOTO




 
 Na madrugada deste domingo (26), por volta das 02h00, nas proximidades do Banco do Brasil de Ubajara, foi furtada a motocicleta Kasinski Win, ano 2011, cor vermelha, placa OCP 2311, a qual estava estacionada em frente ao “Bar do João Paulo”. O dono da moto reconheceu um dos indivíduos e comunicou o fato aos Policiais Militares do Destacamento de Ubajara sob o Comando do 2º Sgt Caminha, que passaram a fazer diligências. Momentos depois a moto foi encontrada escondida em um matagal próximo ao loteamento perto da exposição, em Ubajara. Continuando as diligências foram localizados os suspeitos NATANAEL CUNHA DA COSTA, (Natan), 19 anos e GEISON RODRIGUES DOS SANTOS, (Gegel), 26 anos, sendo um deles reconhecido pela vítima como autor do furto da moto. Todos foram presos e encaminhados a Delegacia de Policia Civil para os devidos procedimentos.
27Jun2016

FILHO DENUNCIA AGRESSÃO SOFRIDA PELA MÃE NAS REDES SOCIAIS E PEDE AJUDA

27Jun

O garoto publicou um texto, relatando o caso, e fotos da mãe com o nariz fraturado. Segundo a publicação, o pai foi quem agrediu a mulher por ela ter pedido a separação.

Um garoto utilizou as mídias sociais para denunciar agressão sofrida pela mãe. Segundo a publicação, o agressor teria sido o seu pai, sargento do exército de 43 anos. O menino publicou fotos da mulher com nariz fraturado e relatou o caso de violência domésticaneste domingo, 26. “Por mais que ele (pai) tente se explicar isso que ele fez não tem justificativa. Ela é vitima dele por anos”, escreveu o filho da vítima. O motivo da agressão teria sido causado pelo pedido de separação da mulher ao marido. As informações são do O Globo.
Ao ver a repercussão da postagem, o suspeito de ter agredido a confeiteira de 34 anos respondeu a acusação do garoto e disse que não era o monstro que o texto parece mostrar. “Realmente o fato que aconteceu só me faz lembrar o quanto me dediquei a minha família. Errei quando bati, após ser mordido pela mesma, que publicou no Facebook de seu filho as fotos que estão aí”, escreveu
Segundo a vítima da agressão, a decisão de tornar público o caso veio dos filhos por conta do medo do que poderá acontecer. A mulher também enfatizou que os meninos já presenciaram inúmeras agressões dentro de casa. De acordo com ela, o sargento do exército havia chegado bêbado quando ela pediu a separação.

Após a agressão, a mulher denunciou o caso para 31ª Distrito Policial e realizou um registro de ocorrência. Mesmo separados, a vítima afirma que vem recebendo ameaças do ex-marido e diz que as agressões acontecem desde o início do casamento, mas não comentava com amigos nem denunciava por medo.  
Fonte: O Povo2016

PRESOS SERRAM GRADES E FOGEM DE DELEGACIA EM MARACANAÚ



Doze presos fugiram na madrugada desta segunda-feira, 27, do 20º Distrito Policial, em Maracanaú, a 24,6 km de Fortaleza. Os detentos serraram as grades da cela, quebraram o cadeado e pularam o muro da unidade, que funciona em uma casa. 


Segundo o delegado Jairo Pequeno, diretor do departamento de Polícia Metropolitana (DPM), a fuga só foi percebida durante a manhã. "A delegacia funciona em uma casa bem afastada. Cerca de 12 outros detentos, que estavam na unidade, permaneceram no local", explicou.

Jairo afirma que, até o momento, ninguém foi recapturado, mas as buscas estão sendo realizadas. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou, em nota, que "diligências estão sendo realizadas, com o apoio da Polícia Militar, no sentido de recapturar os 12 presos que fugiram do 20º Distrito Policial". 

Essa foi a segunda fuga de presos em delegacias cearenses, em menos de 48 horas. Na madrugada de sábado, 25, cinco presos conseguiram escapar após serrarem as grades do xadrez do 8º DP, no José Walter. 

O fim de semana teve ainda duas fugas em presídios da Região Metropolitana de Fortaleza. Durante a noite de domingo, pelo menos cinco detentos escaparam da unidade de regime semiaberto Casa de Privação Provisória de Liberdade VI (CPPL VI), em Itaitinga. Na manhã do último sábado, 25, oito presos fugiram do Centro de Triagem e Observação Criminológica, localizado em Caucaia. Quatro fugitivos foram recapturados. 

Redação O POVO Online POSTADO POR JUNIOR XIMENES 29 DE JUNHO DE 2016

POLÍCIA PRENDE 70 PESSOAS EM MARCHA POR 'UNIÃO' FACÇÕES CRIMINOSAS EM SOBRAL








Suspeitos integrarem gangues foram presos por apologia ao crime, diz PM.
Gangues fizeram marchas pelas ruas de Sobral.



Uma operação da Polícia Militar prendeu 70 pessoas suspeitas de integrarem facções criminosas em Sobral, no interior do Ceará, nesta terça-feira (28). De acordo com o Tenente Coronel Assis, Comandante do 3º Batalhão, membros de gangues que eram consideradas rivais se reuniram para fazer uma passeata que marcaria "paz entre as facções".

"A Polícia Militar acompanhou o evento desde o início porque sabemos que são pessoas que têm problemas com a Justiça e com as polícias. O ato começou de forma pacífica, mas depois houve afronta às pessoas de bem, ameaças, infrações de trânsito e desacato", explica o policial responsável pela operação.

Segundo a Polícia Civil de Sobral, a delegacia municipal da cidade enfrenta superlotação com a operação, mas deve liberar parte dos suspeitos, se não forem identificados crimes graves. De acordo com Assis Azevedo, a ação das facções se caracteriza como apologia ao crime, o que justifica a condução até a delegacia.

"Não existe união entre criminosos. O objetivo deles é mostrar força de gangues e afrontar a polícia, como eles manifestaram o crime como algo positivo na caminhada, tivemos que fazer a prisão por apologia ao crime", explica.

Os policiais iniciaram a triagem dos presos por volta das 17h30 desta terça. Segundo a Polícia Militar, foi identificado que uma pessoa tem mandado de prisão em aberto e pelo menos outros 13 já têm passagem na polícia. Vinte policiais atuaram na operação que prendeu as 70 pessoas.
Caso na Grande Fortaleza
O policial responsável pelas prisões lembra que o caso foi parecido com o ocorrido na Grande Fortaleza no dia 23, quando 32 pessoas foram presas durante uma assembleia de facções criminosas.

A facção criminosa que foi presa durante uma operação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) praticava ataques a órgãos públicos e a instituições financeiras. A informação foi repassada pelo delegado Raphael Vilarinho, titular da DRF.
De acordo com Vilarinho, o grupo era investigado pelo menos há seis meses, desde que começou iniciou uma onda de ataques a órgão públicos e ataques contra agências bancárias no interior do Ceará.
“Era uma organização criminosa que vinha atuando no Brasil todo. E não seria diferente aqui no Estado do Ceará. As investigações começaram desde quando iniciaram os ataques a órgãos públicos e a instituições financeiras”, disse.
Fonte: G1 Ceará

POSTADO 29 JUNIOR XIMENES DONTE IBIAPABA 24 HORASS

28Jun2016

PRESO EM TIANGUÁ, SUSPEITO DE ATIRAR E MATAR UMA CRIANÇA DE APENAS 01 ANO E SEIS MESES

postado por Junior Ximenes EM 29 DE JUNHO DE 2016                                                                                                                                                                                                                                                     
           



Na tarde desta terça (28), por volta das 15h00 foi determinado pelo Tenente Coronel Paulo de Tasso, Comandante da 2ªCia/3ºBPM, que fosse realizada uma operação para apurar uma denúncia anônima de que um indivíduo conhecido pelo nome de “MAURÍCIO” seria um dos suspeitos do crime de latrocínio ocorrido na segunda (27), na zona rural de do município de Frecheirinha, que matou com um tiro, uma criança de apenas 01 ano e 06 meses de idade. A denúncia dava conta de que “MAURÍCIO” estaria circulando pelas ruas de Tianguá, numa moto Titan FAN, cor preta, placa NIE 9417, e que havia comentado que tinha participado de um roubo em que foi morta uma criança. O crime ocorreu na Vila Lagoa do Barro no Sítio Pavão na Zona Rural de Frecheirinha.

O CRIME
Três homens e uma mulher, em duas motos armados com armas de fogo foram praticar um roubo a um estabelecimento comercial na zona rural de Frecheirinha, durante o crime um dos homens efetuou um disparo atingindo a cabeça de uma criança de apenas um ano de idade, em seguida atirou também no pai da criança.  A criança faleceu antes de dá entrada no hospital e o pai, apesar da lesão a bala não corre risco de vida. Do estabelecimento comercial foi levado apenas a quantia de R$ 60 reais em dinheiro.

A Operação foi executada pelos Policiais Militares da Ronda do Quarteirão de Tianguá sob o comando do Subtenente Castro juntamente com Cabo Tiago, Soldado Henrique, Soldado Kildere, Soldado Albuquerque, Soldado Oliveira e Soldado Devanger, os quais fizeram as diligências e conseguiram efetuar a prisão do suspeito denunciado anonimamente, sendo identificado por FRANCISCO MAURÍCIO MENDES DE ARAÚJO, 19 anos, natural de Tianguá, residente na Rua do Meio, no Bairro Santo Antônio em Tianguá. A moto foi apreendida e recolhida a Delegacia de Polícia Civil de Tianguá. Maurício foi reconhecido por familiares da criança assassinada, como sendo o autor do disparo que matou o garotinho de 01 ano e 06 meses.
O suspeito encaminhado para a Delegacia de policia Civil de Tianguá, onde foi autuado pelo Delegado Miguel no artigo 157, § 3º do CPB, (Latrocínio), ficando a disposição da Justiça. As investigações continuam no intuito de identificar os outros que participaram desse crime bárbaro. A Operação contou com a participação do Subtenente Ivan, Comandante do Destacamento da Cidade de Frecheirinha.

INQUÉRITO Nº 430/2016.FONTE IBIAPABA 24 HORAS

terça-feira, 28 de junho de 2016

Falso corretor de imóveis aplica golpe de R$ 12 milhões

Um golpe, a princípio avaliado em torno de R$ 12 milhões, está sendo investigado pela Polícia Civil, em Fortaleza. De acordo com as denúncias, um falso corretor de imóveis teria negociado casas e apartamentos populares utilizando documentação falsa. Ele chegou a vender as mesmas unidades para várias pessoas. Os múltiplos compradores apenas descobriram o golpe quando se encontraram, coincidentemente, nos imóveis. 

                                                       
                No local, em Messejana várias pessoas disseram conhecer o                    golpista ( Foto: Helene Santos )


A Polícia, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), acompanha a princípio um grupo de 23 pessoas, que denunciou Túlio Venturoti Cardoso como sendo o falso corretor responsável pelo golpe. O delegado titular da Especializada, Jaime Paula Pessoa Linhares, no entanto, acredita que haja muito mais vítimas do homem que nem sequer desconfiam que foram lesadas nas ações. Túlio trabalhou em uma construtora, o que conforme a Polícia, lhe garantia acesso a informações privilegiadas acerca dos proprietários reais dos imóveis. 

De posse de tais dados, ele forjava documentos para obter procurações e negociar os apartamentos e casas indiscriminadamente. Ele teria iniciado o esquema ano passado e parado somente no começo deste mês de junho. "Ele pegou alguns empreendimentos dos quais tinha conhecimento, por ter trabalhado na construtora responsável, e vendeu para várias pessoas físicas e jurídicas. Temos mais de 23 vítimas dessas transações. 

De posse das informações que tinha, falsificou documentos de identidade, foi no cartório da 6ª Zona e registrou procuração falsa em nome dos reais proprietários dos prédios e apartamentos para ele próprio. De posse dessas procurações, efetivamente lavradas no cartório, ele fazia as negociações", disse Linhares. 

Segundo o delegado, o próprio cartório já entrou em contato com a Delegacia para informar que foi procurado pelos reais proprietários dos imóveis, que negavam ter autorizado Túlio a utilizar seus nomes e dados. "O cartório nos enviou comunicado para que tomássemos providência pois recebeu várias escrituras em que Túlio aparece como vendedor dos imóveis. Para se ter uma ideia, há dezenas de números de matrículas de terrenos que o cartório está sustando, de pessoas se dizendo vítimas, de imóveis que estavam sendo transferidos de forma fraudulenta. O cartório nos comunicou que as procurações de Túlio tornaram-se todas inválidas", ressaltou Linhares.

Por Diário do Nordeste

Deputada quer multa de R$ 370 mil para sátiras ou críticas a religião

Tramita na Assembleia projeto que prevê pesadas multas e até impossibilidade de realizar eventos para manifestações artísticas que promovam a "satirização, ridicularização ou toda e qualquer forma de menosprezar dogmas e crenças de toda e qualquer religião". Entre as punições previstas, está multa de até 100 mil UFIR-CE – valor hoje próximo a R$ 370 mil.
                                                                     
Segundo Dra Silvana, respeitar a crença alheia "é dever"

A proposta, da deputada Dra. Silvana (PMDB), inclui entre manifestações vedadas “encenações pejorativas, teatrais ou não, que façam menção a atributo ou objeto ligado a qualquer religião”. Estariam “banidas” ainda até mesmo charges humorísticas que satirizem a crença alheia.

Além de prever o impedimento do artista autuado de realizar qualquer evento que necessite da autorização do poder público por até cinco anos, a lei também autoriza a Polícia Militar a interromper, “no ato”, eventos que descumpram a norma. Apesar das pesadas restrições, a lei afirma que “não proíbe ou cerceia” a livre manifestação de opinião ou pensamento. 
Justificando a proposta, Dra Silvana destaca que "discordar da religião alheia é um direito, mas respeitar a fé alheia, mesmo não concordando, é um dever". A deputada é pastora evangélica, tendo atuado em ações como a aprovação de dispositivo que retirou o direito de transexuais de utilizarem o nome social em documentos escolares no Ceará.

“Histórias compartilhadas”

O pedido da deputada ocorre após polêmica envolvendo a peça teatral “Histórias Compartilhadas”, monólogo que levanta uma discussão sobre a transexualidade masculina através de depoimentos reais. Um dos trechos da peça, onde um ator despeja o próprio sangue na imagem de Cristo crucificado, provocou polêmica e foi parar na Justiça.

“O monólogo trouxe à discussão o limite necessário entre a liberdade de expressão e o respeito ao sentimento religioso”, diz Silvana, que destaca que comissão da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) analisa desrespeito da liberdade religiosa no caso. Na semana passada, deputados aprovaram moção de repúdio contra a peça.

Organizador da peça, o ator Ari Areia comparou ação com a censura da Ditadura Militar e divulgou nota sobre o caso: “Esse tipo de projeto lembra momentos obscuros do país, onde os artistas sofriam perseguição e tentativas de silenciamento constante. Reiteramos que não vamos nos calar diante dessa situação e vamos lutar contra essa tentativa de silenciamento”.

"Doutrinação LGBT"

Parlamentares religiosos da Assembleia têm mostrado aumento de articulações em torno de temas polêmicos nos últimos meses. No início de maio, os parlamentares retiraram trechos que previam o combate à discriminação contra homossexuais em escolas do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eles alegam tentativa de "doutrinação LGBT" nas ações.

Em seu artigo VI, a Constituição brasileira prevê como “inviolável” a liberdade de consciência e de crença. Já no artigo IX, a Carta prevê como “livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”.

Por O Povo